Pessoa e Saramago – Peça de teatro para alunos do secundário

Estreia a 10 de dezembro – reserve já.
Sabemos como é importante que os alunos que se motivem e se interessem (e, sobretudo, assimilem) algumas matérias do programa e sabemos que o ensino não formal, em ambiente distinto do da sala de aula, pode ajudar a consolidar conhecimentos que se adquirem no ensino formal.
 
Por sabermos disso, propomos uma peça de teatro que aborda conteúdos programáticos do secundário, mais exatamente Fernando Pessoa, José Saramago e,” O Ano da Morte de Ricardo Reis”. A peça chama-se “Caídas do Tecto”.
 
Esta peça de teatro parte do livro “O Ano da Morte de Ricardo Reis” para construir um encontro entre José Saramago e Fernando Pessoa. Os dois escritores querem pôr à prova Ricardo Reis e a sua  do mundo. Saramago e Pessoa constituem um primeiro núcleo cénico onde, conversando um com o outro sobre este “novo” Ricardo Reis, vão escrever a história e dar origem a um segundo núcleo cénico, o das personagens da narrativa. Assim, os espectadores, terão acesso, não só a um diálogo entre os dois criadores, mas à escrita viva da história das personagens.
 
É objetivo da peça que o espetáculo tenha a mais-valia de auxiliar os alunos, não apenas na narrativa e estudo do romance, mas no desenvolvimento de auto-análise, à semelhança do processo a que Ricardo Reis é sujeito. Este objetivo tem em conta, naturalmente, as idades destes jovens, que se preparam para deixar a segurança de uma escolaridade obrigatória.
 
Os temas abordados serão, entre outros: Voz do narrador – polifonia e intenção interventiva; estilo de escrita – reprodução do discurso no discurso; intertextualidade – viagem literária; ortónimo – ponto de partida para um diálogo com Saramago; Ricardo Reis Saramaguiano versus Ricardo Reis Pessoano; Lídia e Marcenda – as representações do amor; contexto histórico e político europeu; Lisboa de 1936, espaço físico e social.
 
A peça terá lugar em plena exposição “Vencer a distância” no Museu das Comunicações e estará em cena já a partir do próximo dia 10 de de dezembro.
Não falte à estreia!

Em 2020 estão previstas mais exibições:

24 de janeiro 
11 de fevereiro 
10 de março 
28 de abril 
25 de maio 
 
A lotação máxima do espaço é de 90 pessoas.
As sessões iniciam-se às 12h00, com a duração de 40 minutos, seguido de conversa com os alunos.
 
Intérpretes: Anna Leppänen e Rita Lagarto. 
Texto: Lúcia Pires
Produção: “Companhia de Actores”
 
 
Valor: €5 por aluno. Para os professores, a entrada é grátis (máximo de 2 professores por turma).
 
Mais informações e consultas para reservas em museu@fpc.pt
 
Ficamos à sua espera.