Olho Biónico – Ensaio de Comunicação

Será que no futuro vamos ter um OLHO BIÓNICO?
É esta a pergunta que nos sugere o trabalho da artista Daniela Ribeiro, convidada pela Fundação a perspectivar uma tendência evolutiva da comunicação no futuro.
Esta exposição, que combina fotografia e componentes electrónicos de cerca de 2000 telemóveis, antecipa que no futuro estaremos ligados através de olhos biónicos e desafia-nos a todos a pensar a comunicação.

«O trabalho que Daniela Ribeiro (Moçambique, 1972) tem vindo a desenvolver é um trabalho que cruza o presente ou o passado com a possibilidade de um futuro, que muitas vezes está mais próximo do que possamos imaginar.

Na série de trabalhos que agora apresenta centra-se no conceito de olho biónico. Este tema, aparentemente do domínio da ficção científica, não é novidade na medicina. Vários tipos de próteses neurais têm vindo a ser patenteadas desde meados dos anos 80. A engenharia neural conseguiu desenvolver um implante mecânico destinado a doentes que sofrem de doenças degenerativas da retina, possibilitando que possam ter alguma visão (mesmo que ainda limitada). Esta espécie de lente de contacto liga directamente o exterior, o que se vê, ao cérebro através de impulsos eléctricos. Daniela Ribeiro parte então do conceito de visão artificial para conceber um conjunto de trabalhos que reflectem sobre os desenvolvimentos possíveis (prováveis, na crença da artista) em torno desta invenção científica.»

Filipa Oliveira

Piso 0
18 Maio » 31 Julho 2010

Oficina Olho Biónico em Construcção

Sábados 24 de Julho e 11 de Setembro

Para famílias (crianças a partir dos 3 anos)

Às 15h00

Inscrição prévia
Número Verde: 800 215 21
museu@fpc.pt

  • 17 Maio, 2010