MOVIMENTO, de Claudio Cardoso

No trabalho de Claudio Cardoso a afirmação de que “O todo é diferente da soma das partes” encontra firme sustentação nos princípios de Gestalt, é possível encontrar dois grandes núcleos na obra do artista, o Movimento Natural e o Movimento Percepcionado. O Movimento Natural registado quer pela fotografia sequencial, quer

CONTINUAR A LER

Comunicar em selos | Do Telégrafo à Modernidade

Sendo a comunicação um aspeto marcadamente humano, a necessidade de comunicar à distância impulsionou a inovação. Esta exposição inicia com a obra «Espera» de Nuno Sousa Vieira, inspirada no telégrafo visual de palhetas, invenção de uso militar introduzida durante a Guerra Peninsular pela necessidade de transmissão de informações de forma

CONTINUAR A LER

Estações terrenas de radiocomunicações

Em diálogo com a visão artística exposta na Galeria Central, recorre-se ao património de Telecomunicações da FPC para destacar a importância das radiocomunicações no desenvolvimento da sociedade de informação, onde a comunicação a longas distâncias se tornou um hábito tão recorrente que nem se questiona o papel fundamental que esta

CONTINUAR A LER

As viagens de Paulo V., de Henrique Vieira Ribeiro

A exposição “As viagens de Paulo V.”, apresenta obras que remetem para um olhar sobre o gesto iniciático, o simbolismo, e consequentes viagens virtuais que a prática do radioamadorismo potencia. Este projeto, iniciado em 2014, foi dividido em dois momentos, correspondendo esta mostra ao primeiro desses momentos – projeto CT1LN:

CONTINUAR A LER

Uma imagem solidária

A iniciativa “Uma Imagem Solidária” regressa à Fundação Portuguesa das Comunicações no próximo dia 10 de maio, a partir das 18h, reunindo fotojornalistas e fotógrafos numa mostra de fotografias, com o objetivo de apoiar a associação Inovar Autismo – Associação de cidadania e inclusão. Nesse dia, e só nesse dia,

CONTINUAR A LER

Precursoras anónimas

Os grandes acontecimentos nascem e desenvolvem-se através da criatividade, esforço e empenho de muitas pessoas que nunca aparecem publicamente mas cujo contributo é sempre decisivo para a sua concretização bem como para a evolução dos costumes e das mentalidades. Através desta exposição, a Fundação Portuguesa das Comunicações homenageia as precursoras

CONTINUAR A LER

Fill in the blanks, de Pedro Batista

A Fundação Portuguesa das Comunicações convida a visitar a exposição Fill in the blanks, de Pedro Batista. “São muitos os elementos que podem influenciar a forma como o nosso cérebro regista e armazena informação para criar memórias. Há, no entanto, um que se destaca e que nos é comum a

CONTINUAR A LER

Play Is A Serious Matter

A Fundação Portuguesa das Comunicações e a Galeria Bessa Pereira convidam a visitar a exposição Play Is A Serious Matter, de Eduarda Rosa, Pollyanna Freire e Rita Thomaz. As três artistas juntam-se nesta exposição, em que “A cada objeto recolhido, construído, pintado ou prensado está implícita uma necessidade, ou pelo

CONTINUAR A LER

Desobjection, de António da Cruz Rodrigues

A Fundação Portuguesa das Comunicações convida a visitar a mostra de fotografias de António da Cruz Rodrigues. “Não quero estar distante das imagens que crio, quero estar dentro dos espaços que fotografo. Não quero olhar para uma imagem como se tratasse de um mapa que me cria a ilusão de

CONTINUAR A LER

Material POP, de Pedro Almeida

“A exposição “Material POP” apresenta ícones, signos e símbolos que, por serem sobejamente conhecidos, são em si comunicação-visual e memória coletiva – alguns deles pertencentes ao universo da Pop. Enquanto outros são pertença das nossas sociedades urbanas e/ou participam do mundo das Ciências Médicas e nos são por esse motivo

CONTINUAR A LER