fundos – iconográfico

Fundo BDH (Biblioteca e Documentação Histórica)
O núcleo principal provém da Fototeca do Museu dos CTT. É composto por 13 730 imagens, das quais 5 000 pertencem à coleção adquirida à família Novais.
São fotografias e negativos que revelam importantes momentos da evolução dos correios e telecomunicações: a criação da Mala-Posta, os transportes postais, a expansão da rede telefónica nacional, a implantação nacional de estações de correios, a instalação de cabos telefónicos, marcos de correio e caixas postais e os diferentes modelos dos equipamentos telegráficos e telefónicos.
Faz parte deste fundo a coleção de Francisco dos Santos Cordeiro, que foi funcionário da Administração Geral dos Correios, Telégrafos e Telefones e, posteriormente, da Marconi. A par do seu trabalho, dedicou-se à fotografia e deixou um valioso testemunho das atividades desenvolvidas pela empresa e dos seus ambientes de trabalho, entre 1924 e 1939. São cerca de 100 fotografias e negativos de elevada qualidade técnica e artística que enriquecem este acervo.

Fundo RCT (Revista de Correios e Telecomunicações)
Este fundo contém 1 053 imagens de equipamentos e edifícios de telecomunicações, estações de correios e de inauguração de serviços, realizadas para a Revista de Correios e Telecomunicações.

Fundo GCI (Gabinete de Comunicação Interna)
Este fundo de 12 000 imagens foi incorporado no património da Comissão Instaladora da Fundação, em 1992. Resulta, essencialmente, de reportagens realizadas para a «Revista CTT e TLP», «Jornal CTT e TLP» (que mais tarde se passou a designar «Jornal de Correios e Telecomunicações»), «Hermes Revista Portuguesa de Correios e Telecomunicações» e «Correios em Directo», registando a inauguração de serviços, exposições, atividades desportivas e atividades laborais.

Fundo SVPU (Serviço de Valores Postais do Ultramar)
Este fundo é constituído por 2 400 imagens e pertence à Fundação desde 1997, sendo proveniente do extinto Ministério do Ultramar. É composto por fotografias, negativos e bilhetes-postais referentes à instalação de estações de correios, edifícios e de equipamentos de telecomunicações, bem como referentes a estações emissoras, de radiotelegrafia e a centrais telefónicas nas ex-colónias portuguesas. Este fundo ultrapassa o tema base das comunicações, testemunhando o desenvolvimento destes territórios desde a criação de infraestruturas como caminhos-de-ferro e obras portuárias, assim como infraestruturas relativas à saúde, educação, desporto, cultura e religião.

Fundo Filatelia
Composto por 3 000 diapositivos relativos a emissões de selos postais.